Curta nossa pagina

sábado, 27 de agosto de 2011

Evangélicos oram por Bauru na Marcha para Jesus.


  Fiéis rezam antes da caminhada que levou 3 mil pessoas do centro da cidade  até o Parque Vitória Régia  
 

Tradicional marcha reúne cerca de 3 mil pessoas em ruas da cidade. Pastores abençoam prefeito e economia bauruense 

Fiéis oram antes da caminhada que levou 3 mil pessoas do centro da cidade até o Parque Vitória Régia


Presidente do Conselho de Pastores de Bauru, Ubiratan Cássio Sanches, o Bira, avisou: os integrantes da Marcha para Jesus deveriam orar e abençoar Bauru enquanto se dirigiam da praça Rui Barbosa para o Parque Vitória Régia, neste sábado (27) à tarde.
E assim foi feito. Do alto de um caminhão de som, pastores abençoavam as ruas, moradores de casas e prédios, empreendimentos e até a economia da cidade. “É o ano do crescimento”, anunciava um dos religiosos, no microfone.

Cerca de 3 mil pessoas, segundo avaliação da Polícia Militar, participaram. Os organizadores esperavam mais gente (5 mil). Tradicional no Brasil, a Marcha para Jesus aconteceu em Bauru na véspera de outro grande evento: a Parada da Diversidade, marcada para este domingo (28) à tarde, na Nações Unidas, com expectativa de público de 50 mil pessoas. 

Presente na passeata dos evangélicos, o prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB) revelou que os organizadores dos dois eventos queriam encerrar o mês de comemoração pelo aniversário de 115 anos da cidade. Foi preciso chegar a acordo e dar um dia para cada um.

Para o pastor Bira, não há problema nenhum com a realização da Marcha para Jesus no mesmo fim de semana da Parada da Diversidade, que transforma a Nações numa grande e animada boate gay.
“São eventos diferentes”, disse. “A competição não faz parte do nosso interesse. Queremos abençoar a cidade”, pregou, no início da passeata.

Mãos para o alto, apitaço e música gospel foram as marcas da marcha.
Além de Rodrigo, participaram os vereadores Roberval Sakai (PP), que é pastor evangélico, e Fernando Mantovani (PSDB), católico.

Rodrigo até ergueu os braços para orar junto com os pastores, que o abençoaram e desejaram que a “chave” de Bauru seja entregue a Jesus.
Eclético, neste domingo (28) o prefeito é presença garantida na Parada da Diversidade. 

Pastores pediram transformação da cidadeA Nações Unidas, por onde a marcha passou, mereceu atenção especial na hora das orações. A avenida inunda nos períodos de chuva e já foi palco de tragédias.  Em novembro do ano passado, Rafael Franco Zontini, 24, anos, morreu após ser arrastado pela enchente.

3 milFoi o número de participantes da marcha, segundo avaliação da Polícia Militar
Trânsito foi interditado parcialmente para realização do eventoAlém dos pedestres, carros e motos  participaram da Marcha para Jesus e promoveram um buzinaço.  Todo mundo se encontrou no Parque Vitória Régia, no fim da tarde,  para um ato profético liderado pelo reverendo Joaquim Cantagalli, da 1ª Igreja Evangélica Quadrangular de Belo Horizonte (MG).

Agência BOM DIA
Postar um comentário