Curta nossa pagina

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Angola: Mulheres do CICA abordam violência doméstica na 10ª conferência nacional


Malanje – Trezentos e cinquenta membros do Conselho de Igrejas Cristãs em Angola (CICA) e filiadas, provenientes das dezoito províncias do país, abordam hoje, quinta-feira, na cidade de Malanje, a violência doméstica no seio das comunidades, no terceiro dia da 10ª conferência nacional bianual.
O evento, promovido pelo departamento da mulher do CICA, inclui na sua agenda temas como o resgate da dignidade humana, a auto-estima nos lares cristãos e mundanos, o estado serológico dos membros sobre eventual contágio do VIH/Sida, o estigma, bem como a discriminação das vítimas da enfermidade.
 
A propósito, a directora do departamento da mulher do CICA, Josefina Ilda Hungulo, disse hoje à imprensa que os casos de violência doméstica no seio das famílias têm sido preocupantes nos últimos dias, daí a razão da realização desta conferência, que visa a busca de soluções para inverter a situação.
Observou que os distúrbios têm ocorrido com maior frequência no seio das famílias onde os seus membros (pais, mães e filhos) enfrentam dificuldades de integração na sociedade, optando pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas como forma de evitar os problemas.
 
A responsável disse ser oportuno que nesta conferência, cujo encerramento está marcado para domingo, sejam encontrados mecanismos tendentes a desencorajar os actos nocivos, em prol do resgate das evidências divinas e do respeito à moral e civismo.

O conclave das mulheres do CICA reserva ainda, para os próximos dias, palestras sobre a violência baseada no género e uma exposição de artigos tradicionais representantes das várias regiões do país.
 
O CICA integra filiações das Igrejas Evangélicas de Angola, Congregacional em Angola, Baptista, Reformada, Exercito de Salvação, Metodista Unida, Metodista Episcopal Africana Sião.
 
Fazem ainda parte a Missão Apostólica de Angola, Missão Evangélica Pentecostal, Diocese Anglicana, A Fé Apostólica, Cheia da Palavra de Deus, e União Cristão Feminina.

Fonte:Angop
Postar um comentário