Curta nossa pagina

sábado, 27 de agosto de 2011

Cidadão em Criciúma pedem para igreja parar com os sinos porque precisam dormir!

Há mais de 100 anos Criciúma acorda e dorme com as baladas dos sinos da Igreja da Matriz São José. Crianças nasceram, foram criadas e crescerem sem nenhum trauma por causa do som que os sinos fazem ao tocar pontualmente às 6, 12 e 18 horas. Todos os sagrados dias! Agora, de uma hora para outra, alguém estressado resolveu brigar contra uma tradição que faz parte da história da cidade, reclamando que seu rebento recém nascido não consegue dormir com os sinos que tocam às 6 horas da manhã.



E a polêmica foi gerada em Criciúma! Agora ao invés de cuidarem de suas vidas e acordarem para atender os seus filhos pequenos, os papais estressadinhos resolveram colocar a culpa no sino da Igreja. Será que não é o filhote que tem como relógio biológico acordar nesta hora para pedir comida ou, então, para trocar as fraldas? Tantos outros bebês foram criados ao redor do Centro de Criciúma e nunca vimos pais incomodados com o som das badaladas.

E quem mora perto da Rodovia de Trem? Vai fazer uma reclamação na Prefeitura de Criciúma pedindo para que a via férrea seja desviada dos fundos de suas casas porque não conseguem dormir por causa dos apitos gerados pelos trens que por ali trafegam? E as igrejas evangélicas (não todas, claro, e o assunto aqui não é religião certo, mas serve como exemplo)? Que têm cultos onde os berreiros dos irmãos são tão grandes que chega a ensurdecer Deus com os decibéis gerados em noites de orações.
Se a moda pega...

Fechem as danceterias. Acabem com a Festa das Etnias, pois quando for para o Parque das Nações (na Próspera), certamente terá algum mal amado que irá reclamar das músicas tocadas no evento. Acabem com todas as igrejas evangélicas. Joguem no lixo os sinos da Matriz São José. Arranquem os trilhos do trem que corta a cidade de Criciúma. Calem os torcedores do Criciúma Esporte Clube em dias de jogos para que as madames possam assistir suas novelas globais sem precisar aumentar o som da TV...

Quem sabe assim, àquele criciumense que não sabe viver em sociedade e quer morar no meio do mato, longe do progresso, possa dormir o sono dos justos! Mesmo que para isso, ele PARE a cidade ao seu bel prazer!
E blém, blém, blém para vocês!



Fonte:Engeplus 
Postar um comentário