Curta nossa pagina

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Cristão é libertado após 114 dias de prisão no Irã

Cristão é libertado após 114 dias de prisão no Irã 



Ele é condenado por causa da fé cristã e por organizar cultos dentro de casa
Masoud Delijani, um dos cristãos presos em Kermanshah, foi libertado temporariamente após o pagamento da fiança. Ele ficou preso por 114 dias em uma cela solitária. Tudo aconteceu no dia em que ocorreram prisões simultâneas de cristãos em todo o país.

Citado pela agência iraniana cristã de notícias, Mohabat News, Masoud Dejani, preso em 18 de março de 2011 pela força de segurança em Kermanshah, foi libertado no sábado, dia 9 de julho, após 114 dias sob detenção e vigilância do Ministério de Inteligência do país.

Ele foi preso por policiais à paisana em Kermanshah, juntamente com outros nove cristãos convertidos do islamismo e também sua esposa, Nahid Shirazi. Depois de ter ficado todo esse tempo na prisão, onde passou por muitas privações, Masoud está em um estado de fragilidade física e espiritual.

Os relatórios recebidos pela Mohabat News indicam que ele não está com boa situação física e agora aguarda o dia em que o tribunal o chamará novamente, para esclarecer as datas dos novos julgamentos e dar-lhe a sentença final, pois ele está em liberdade provisória.

As acusações do Tribunal iraniano contra Masoud Dejani incluem quesitos relacionados à sua fé cristã e também ao fato de Masoud organizar reuniões cristãs e cultos dentro de sua casa, secretamente.
 

Fonte:  CPADNews
Postar um comentário