Curta nossa pagina

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Polícia prende falso padre que até celebrou casamentos no Maranhão

Homem foi preso no altar por estelionato quando iniciava missa.
Natural do PA, suspeito chegou a arrecadar dinheiro para igrejas.


A Polícia Civil do Maranhão prendeu na noite de terça-feira (25) um homem que se passava por padre em duas igrejas de São Luís há pelo menos sete meses. Segundo o delegado Breno Galdino, o falso padre chegou inclusive a celebrar casamentos e batizados e já havia também atuado falsamente como padre em uma igreja no Pará.

O homem foi preso quando celebrava uma missa na Igreja São João Batista, no bairro do Recanto dos Vinhais, em São Luís, e vai responder pelo crime de estelionato, divulgou a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.
"Ele dizia que era formado em medicina e mesmo sem ter faculdade, dava aulas de história em uma escola pública. Nunca despertou atenção, conquistou a confiança da população e também dos padres nas igrejas, passando a celebrar missas", disse ao G1 o delegado.

O caso só foi descoberto porque, após se passar por padre no Pará, o suspeito deixou um rombo na arquidiocese de Belém ao não pagar o aluguel de um carro. Padres paraenses pediram apoio da arquidiocese de São Luís e o falso padre passou a ser investigado pela Polícia Civil.

Conforme Galdino, o suspeito foi criado quando criança por um padre em Castanhal, no Pará, onde ajudava nos trabalhos internos e procedimentos da igreja e também era chamado pela comunidade de "padre". Ao se mudar para o Pará, o homem acreditou que, devido à experiência, poderia obter dinheiro atuando junto à Igreja Católica, recebendo inclusive doações, que não foram repassadas para a Arquidiocese de São Luís, segundo a polícia.
O G1 tentou contato com o pároco responsável pela igreja, mas ninguém atendeu aos telefonemas. Na Arquidiocese de Belém, informaram que alguém só poderia se manifestar sobre o tema após as 16h.


Fonte: G1.com
 
Postar um comentário