Curta nossa pagina

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Museu da Bíblia sedia encontro de pessoas com deficiência visual

Além de inclusão, evento do dia 22 de outubro, reforça superação, família, esperança e fraternidade

Museu da Bíblia sedia encontro de pessoas com deficiência visual
No dia 22 de outubro o Museu da Bíblia (MuBi) sediará, pelo quinto ano consecutivo, o Encontro de Pessoas com Deficiência Visual e instituições que trabalham com este público. O evento terá início às oito horas e deverá reunir cerca de 400 visitantes, para um encontro de confraternização.
 
A iniciativa integra o programa "A Bíblia para Pessoas com Deficiência Visual", mantido há mais de 15 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil.

“Além de palestras e atrações artísticas, queremos destacar as orientações bíblicas que reforcem a superação, a família, a esperança e a fraternidade diária”, explica o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert.

Segundo Erní Seibert, inclusão e acessibilidade são pontos fundamentais deste evento. Por isso, as apresentações serão com audiodescrição e toda a programação cultural será interativa, “a fim de proporcionar, de forma descontraída, o envolvimento dos participantes nas atividades propostas”.

A programação inclui a palestra “Ele estava perdido e foi achado”, projeção do filme “As Loucuras de Mr. Magoo”, com audiodescrição, narração da história “O filho pródigo” e apresentações do Coral da Adeveb (Associação dos Deficientes Visuais Evangélicos do Estado de São Paulo).

Também serão premiados os vencedores do concurso literário A parábola do filho pródigo. A audiodescrição será feita pela especialista e consultora na área de inclusão educacional, econômica e cultural do Instituto Paradigma, Lívia Motta.
 
Entre as organizações de apoio ao deficiente visual convidadas para o evento estão “Dorina Nowill”, “Laramara”, “Cadevi”, “Adeva”, “URDV” e “Instituto de Cegos Padre Chico”. A organização com maior número de participantes será premiada.

A SBB produz, desde 2002, a Bíblia Sagrada completa em braile, na língua portuguesa, cujos exemplares são distribuídos gratuitamente a mais de 2,5 mil pessoas cadastradas, juntamente com o material em áudio.


Fonte: SBB / Redação CPAD News
Postar um comentário