Curta nossa pagina

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

46% dos brasileiros concordam com a pena de morte. O que a Bíblia diz? Pastores comentam

Biblicamente a pena de morte e a prisão perpétua são aceitas, inclusive o vingador seria o ministro de Deus na Terra para combater o mal 

 
 
46% dos brasileiros concordam com a pena de morte. O que a Bíblia diz? Pastores comentam
De acordo com dados da pesquisa  ”Retratos da Sociedade Brasileira: segurança pública” 46% da população brasileira defende a pena de morte, mas o que será que a Bíblia fala sobre a pena capital?
A pesquisa divulgada pela revista IstoÉ foi realizada pela CNI/Ibope e divulgada na última quarta-feira, 19, mostrando que 31% dos entrevistados defendem totalmente a pena de morte e 15% defende em parte.
A prisão perpétua foi aceita por 69% dos entrevistados.

Em uma postagem em seu blog o pastor Marcello Oliveira fez um estudo mostrando os pontos bíblicos que falam sobre a pena de morte. Principalmente nos livros de Gênesis, Números e Deuteronômio onde encontramos trechos que apóiam a pena capital.
“Esta é uma obrigação, não uma opção. Três vezes Deus diz: “pedirei contas” (Gn 9.5). O sangue derramado pelo homicida deve ser tratado da mesma forma. Investe o culpado com sua poluição (Nm 35.33; Sl 106.38) e assegura sua expiação pela morte do homicida (cf. Gn 9.6; 1Rs 2.32) ou pela expiação (cf. Dt 21.7-9)”, cita o pastor em seu texto.

O pastor lembra que esse assunto também é tratado em Romanos 12 e 13.  ”No Novo Testamento, os cristãos não devem vingar-se por qualquer malfeito recebido, mas devem dar lugar à ira de Deus para vingá-lo (Rm 12.19). Deus, por sua vez, designa o governo civil como seu ministro, um vingador para executar a ira sobre quem pratica o mal (Rm 13.4)”.
Quem também tem uma opinião sobre o tema é o pastor Zwinglio Rodrigues da Igreja Batista Vida que concorda com a pena de morte dizendo também que os cristãos que não concordam firmam suas opiniões em questões emocionais e não bíblicas.
“Do ponto de vista bíblico a pena de morte é legítima [Gn 9:5 e Rm 13:1-5]. Existem cristãos que opõem-se à essa afirmação, mas isso se deve, a meu ver, mais a um ‘problema emocional’ do que a um sólido argumento bíblico,” diz o pastor.

Rodrigues manifesta sua preocupação com o tema lembrando que no Brasil a impunidade acaba liberando muitos criminosos da prisão, principalmente os bem sucedidos. “Agora, uma coisa precisa ser dita quanto a um possível estabelecimento da pena de morte no Brasil: nosso país é famoso por ter muitas leis que não são observadas e, quando acontece de uma delas ser aplicada, (quase) nunca é para punir os poderosos, bandidos de “colarinho branco” e sim os menos favorecidos.”

Ele acredita que o Brasil ainda não está pronto para uma lei sobre a pena de morte. “O Brasil não é um país sério  e maduro para ter em seu rol de leis a pena de morte. Antes de darmos um passo como esse, precisamos de Instituições (refiro-me aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário) fortes e profundamente comprometidas com a justiça, coisas que ainda estão muito distantes de tais Instituições”.
Deixe sua opinião sobre o tema!

Fonte: Gospel Prime
Postar um comentário