Curta nossa pagina

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Evangelismo transforma corações na Suécia

Operação Mobilização Suécia realizou festival evangelístico no país, marcado pelo ateísmo
Evangelismo transforma corações na Suécia
Suécia tem paisagens esplendorosas, desejadas por muitos. Mais de 9,4 milhões de habitantes do país desfrutam de um alto padrão de vida, com uma das gerações de renda mais elevadas do mundo.

Mas há séculos a Suécia não está forte na fé cristã, como Brad - um sul-africano que não voltava ao país após 17 anos - observou: "eu nunca conheci tanta gente em um mesmo lugar que não acredita que há um Deus”.

Em maio passado, a Operação Mobilização Suécia solicitou a equipe de Karen Daniels, da África do Sul, para organizar uma ação de evangelismo. O nome "Ignite! Suécia” foi sua inspiração, nascido de um desejo de ver esta terra em chamas para Deus, mais uma vez. Após orientação e treinamento na base de Jönköping, 20 participantes de 12 países formaram a equipe. Um grupo viajou para o Malmö, no extremo sul, e um foi para Estocolmo, no norte.

A equipe, em Malmö, engajados em um esforço multi-igreja chamado "Church Street" durante o festival anual desta cidade, distribuiu versículos da Bíblia e Livros de Salmo, ajuda prática e contatos para as igrejas locais. Eles logo descobriram que os transeuntes mais abertos a pegar a literatura e a ouvir sobre Deus não eram normalmente suecos de nascimento.

Conhecida por seu bem-estar, pelos asilos e por ter a imigração política mais generosa da Europa, a Suécia têm atraído uma onda de cerca de 100 mil novos imigrantes no país a cada ano. Entre os moradores de Malmö, 300 mil são imigrantes, e 60 mil são muçulmanos. O subúrbio de Rosengård é conhecido localmente como "gueto" e é o lar de quase 20 mil imigrantes, quase metade deles desempregados. Graças a um trabalho missionário realizado há 17 anos, uma igreja foi realmente plantada nesta área.

Após longas horas tentando testemunhar às multidões por meio do Festival, um australiano membro da equipe de Katy afirmou. "Foi muito difícil, muitos passaram por nós e nos ignoraram".

Ambos os pastores afirmam que a "Ignite!" foi uma bênção. Pastor Areia Markus, em Rinkeby, disse que ter mais pessoas lhes permitiu experimentar algumas novas abordagens. Além de trabalhar com um mini-clube e com grupos de idosos, fizeram a distribuição de literatura e evangelismo em Rinkeby Square. Também organizaram uma noite criativa de Pancake após o jejum do Ramadã. Esse foi o destaque da semana, pois muitas conversas produtivas foram iniciadas a partir das panquecas grátis!

Em dos frutos gerados foi o coreano-americano Ja-Kyung, que entrou na conversa profundamente perturbado por causa de um sueco-italiano chamado Rocco, que tentou tirar sua vida seis vezes. Há 18 anos ele quis saber sobre a equipe, pois eram diferentes, e ele precisava de uma nova vida.

"Eu disse a ele que ele poderia ser transformado ali mesmo", disse Ja-Kyung. "Oramos com ele e depois ele nos disse que sentiu uma paz que nunca tinha experimentado antes. Nós o apresentamos ao pastor local e a um crente italiano da igreja", comemora.
 
 
Fonte: Charisma News/Redação CPADNews
Postar um comentário