Curta nossa pagina

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Pastor afirma que longevidade matrimonial depende da bênção de Deus



Huambo – O pastor Diamantino Doba, da Igreja Evangélica Reformada de Angola (Iera), afirmou hoje, quarta-feira, em declarações à Angop, que a longevidade do matrimónio depende, essencialmente, da bênção que Deus conceder aos casais por estes o buscarem e o adorarem em espírito e em verdade.
 
Falando a propósito do tema “longevidade matrimonial”, o pastor evangélico, que reconhece haver uma tendência para o aumento significativo dos casamentos fracassarem, salientou que muitos nubentes fazem suas escolhas sem antes pedirem auxílio a Deus.
 
Disse que os que procedem desta forma, na sua maioria crentes e tementes a Deus, não têm tido paciência necessária para esperar o tempo certo de contrair matrimónio.
 
Para o pastor Diamantino Doba, que acusa as famílias de serem responsáveis pela pouca longevidade dos casamentos, alguns factores de ordem cultural, falta de diálogo, humildade e compreensão também concorrem para o fracasso de muitos matrimónios.
 
“Hoje os casamentos rompem-se com muita facilidade, porque perdeu-se a essência do seu valor. As famílias não instruem devidamente os seus filhos sobre os procedimentos que devem ser observados no lar, tal como sucedia no passado”, salientou.
 
Segundo disse, o amor puro e verdadeiro é o único factor capaz de ajudar os casais a ultrapassarem qualquer problema que lhes possa surgir no lar.
 
Apelou também as famílias a não obrigarem os filhos a casarem-se prematuramente e a fazerem um esforço no sentido de conhecerem-se mutuamente antes de decidirem casar-se.
 
Fonte:Angop
Postar um comentário