Curta nossa pagina

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Pastor é preso por comandar quadrilha

Delegado Romério Almeida: grupo foi autuado em flagrante (MAURI MELO
) Delegado Romério Almeida: grupo foi autuado em flagrante (MAURI MELO )


Quatro homens acusados de integrarem quadrilha que planejava assaltar um carro-forte foram presos, ontem, em Pindoretama, a 49 quilômetros de Fortaleza. O líder do grupo é um pastor com mandado de prisão em aberto em São Paulo - por assalto.

Na manhã de ontem, segundo o comandante do destacamento da PM de Pindoretama, sargento Roberto Miler, os policiais receberam denúncia de que os homens, que já haviam sido identificados, preparavam-se para assaltar o carro-forte que chegaria na cidade para abastecer o banco.

A prisão aconteceu quando parte do bando foi abordada em um carro que estava circulando nas proximidades do Banco do Brasil da cidade. Eles trafegavam pela avenida principal no momento em que quatro carros-fortes estacionaram em frente à agência.

Dentro do carro estava um advogado que disse apenas levar os clientes para registrar queixa na delegacia, por conta de coação que o grupo sofreria por parte de policiais.

Além dele estavam o pastor Fábio Cajado da Silva, maranhense, com mandado de prisão em aberto em São Paulo; Diego Bezerra da Silva e Daniel Félix da Costa. O quarto integrante, Rafael Félix da Costa, irmão de Daniel, foi localizado na casa do pastor. Todos foram presos ontem.

Fábio Cajado, que mora na cidade há seis meses, onde abriu uma igreja evangélica, teria alugado duas casas no Centro de Pindoretama, uma para ele e outra para integrantes da quadrilha. A Polícia suspeitou do grupo após denúncias anônimas de que o bando, que era desconhecido na cidade, estaria há um mês realizando compras em valores altos no comércio local.

Conforme Miler, os PMs começaram a observar a movimentação dos rapazes, os identificaram e descobriram o local onde estavam morando, por conta do fluxo de veículos nas casas. No local, foram encontradas rádios de comunicação, veículos e fardamentos. Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Romério Almeida, o grupo foi autuado em flagrante por formação de quadrilha. O delegado vai investigar possível participação do advogado com o bando.

E agora
ENTENDA A NOTÍCIAA Polícia Civil vai continuar as investigações para identificar os outros integrantes do bando que fugiram e a possível participação do advogado com a quadrilha. Na ação, quatro bandidos foram presos, entre eles, o líder do grupo um homem que atuava como pastor de Pindoretama.

SAIBA MAIS

Na casa do pastor e dos outros integrantes foram encontradas duas motos, dois carros, rádios de comunicação, celulares e fardamentos de frentistas e de uma metalúrgica.

A Polícia suspeita que a quadrilha seja integrada por cerca de 20 homens.

O delegado Romério Almeida informou que todos os integrantes presos respondem a crimes como assaltos, homicídios e formação de quadrilha.

O sargento Miler relatou que outros participantes do grupo fugiram em dois carros, logo após a abordagem que resultou na prisão de quatro pessoas.


Fonte:O POVO
Postar um comentário