Curta nossa pagina

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Mais de 100 mil presbiterianos deixam igreja após ordenação de gays

presbiterianos igreja sacerdote gay Mais de 100 mil presbiterianos deixam igreja após ordenação de gays
Presbiterianos que não concordam com a resolução que permite ordenação de sacerdotes homossexuais, têm deixado uma das denominações mais antiga dos EUA.
A Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) revelou que durante o ano passado viu a maior saída de congregações, com 121 abandonos solicitados. No ano anterior tinha sido 21 congregações que deixaram a grande maioria por sua discordância após a aprovação da ordenação de pastores homossexuais.
Em 2010, a 219ª Assembleia Geral, formada por sua maioria de presbíteros, votou a favor da aprovação da Emenda 10, que permite a ordenação de clérigos abertamente homossexuais. Devido a esta modificação, muitas congregações conservadoras decidiram sair da Comunhão, a maior das presbiterianas dos Estados Unidos e uma das mais antigas denominações protestantes do país.
Emily Enders Odom, coordenadora de comunicação da Assembleia, explicou em um comunicado da situação, indicando que apesar da dor que a separação produz, apenas ’29% dos 173 presbitérios’ haviam oposto a norma.
No entanto, outros veem uma grande importância no crescimento repentino dos conservadores denominacionais presbiterianos nos Estados Unidos.
Em janeiro de 2012, o grupo da Confraternidade de Presbiterianos dos Estados Unidos, uma organização conservadora, celebrou seu encontro com cerca de 2.100 presbiterianos de 500 congregações em Orlando. O resultado da conferencia foi à criação de um “novo corpo reformado” conhecido como a Ordem da Aliança Evangélica de Presbiterianos (ECO).
Jim Miller, do Instituto sobre Religião e Democracia, escreveu em fevereiro que ECO, cujas igrejas-membro procedem exclusivamente de congregações desligadas da Igreja Presbiteriana PCUSA, foi se tornando cada vez mais forte. ECO celebrou seu primeiro sínodo nacional no dia 30 de janeiro a 1 de fevereiro de 2013 em Orlando, com a presença de 1.200 pessoas.
ECO agora tem 28 igrejas membros, todas saídas da Igreja Presbiteriana. Há outras 48 igrejas que se encontram em processo de transição e outros 75 estão estudando uma possível união. Este é um movimento em crescimento“, diz Miller.
Enquanto isso as congregações da PCUSA estão sofrendo uma diminuição no numero de membros regulares. No final de 2012 contavam com cerca de 1,84 milhões, e no final de 2011 contava com 1,95 milhões. Representando então uma média de mais de 102 mil membros.
Postar um comentário